quinta-feira, 5 de abril de 2012

vamos escrever no blog, enquanto seu coelho não vem!

É ... então... Já ouviram falar em quaresma, né? Então certamente vocês bem sabem que no período da Quaresma, em sinal de devoção, as pessoas fazem pequenos sacrifícios se privando de coisas das quais gostam muito. Eu por exemplo me privei de escrever neste blog. E agora como a Quaresma já está perto do fim, voltei a escrever.

Mentira. Antes fosse por uma nobre causa... A razão do meu sumiço é bem mais prosaica... e pra falar a verdade já até perdeu a graça. E como não tem desculpa afinal o tempo anda curto desde que a Maria nasceu e eu sempre conseguí espremer um ou outro post, vamos logo ao que interessa... Um resumão da D. Maria nos últimos 40 dias!

Em primeiro lugar, a notícia mais bombástica, fantástica, impressionante e aguardada dos últimos tempos. Conseguimos desmamar! Ehhhhh!!! Muito bem, mamãe... você foi forte o suficiente e sobreviveu aos piores dias da sua vida... Muito bem, Maria... você aguentou ficar sem o "mamá, mamá, mamá" e descobriu que existem muitas outras formas de curtir a sua mamãe ... Ponto para nós duas que juntas vencemos essa etapa difícil (amamentar no começo foi bem complicado mas, desmamar  é que foi o verdadeiro desafio) , claro com a ajuda enoooorme da Tia Zena , da Dadá e principalmente da Vovó Rose que, apesar do BOICOTE inicial (sim, ela inclusive fechou a cara pra mim... mesmo depois de eu reavivar sua memória para o fato de que a filha dela sou EU )...  a verdade é que sem elas teria sido impossível. De verdade. Um dia, prometo que conto em detalhes o esquema todo. Ah, sim... antes de mudar de assunto, já ia me esquecendo! Tirei uma foto durante a última mamada... sabe como é, eu já sabia que não seria assim tão fácil ficar sem esses olhinhos azuis prestando tanta atenção em mim ....



:)

Linda de mais.... Saudades dela bebezinha... anda tão decidida agora... Decidida e falante. Agora, né? Porque nos dias pré e pós desmame ela se comportou como uma verdadeira bebê de seis meses... além de chorar por tudo e pedir colo o tempo todo, desaprendeu a falar... passou a emitir grunhidinhos "hum, hummm" e apontar para o que queria. O episódio durou até que um dia, no carro depois de mais uma crise de hum hum, despretenciosamente tive uma conversa com a vovó na frente dela...

"- Sabe vovó Rose, a Maria sabia falar tantas coisas, né? Era tão linda... todo mundo elogiava a Maria... tão inteligente, esperta... agora ela desaprendeu né, vovó... tadinha..."

Ela ficou quieta prestando atenção... logo depois soltou as primeiras palavras, mamãe, vovó, papá, papai... todas de uma só vez. Uma graça... de lá prá cá, o vocabulário tem aumentado consideravelmente... especialmente para palavras iniciadas com P.

Pepê - Chupeta ( vício desde que a fase do mamá chegou ao fim).









Papá - Comida
Papato - Sapato
Papai - Papai
Piu Piu - Passarinho
Pepel - Papel (tá apaixonada por desenhar... e eu com medo dela virar arquiteta...)
Piiiii - Piui (barulho de tremzinho, ela adora brincar de tremzinho pela casa...)


e a mais fofa de todas... Pédi, Pédi, Pédi.... adivinha... Pois é, ganhou quem apostou no IPad... menina tecnológica....Ama celular (especialmente os com touchscreen), notebook e o IPad! Aliás a paixão pelo tablet já vem de tempos... Desde que ela era bem pequenininha...


... Coitada da Gina... apanha há meses! :)


De manhã, quando não dou aula no primeiro horário (e ela já está na minha cama...), o dia começa mais ou menos assim :

- Pepêeeeeeeee, a Pepeêêêê é a Pepêêê, oh, Pepêeee.... Pepêêêê..... meu Pepeêêêê!

E permanece assim inventando variações para a palavra até que a mãe dela muito sonada encontra a chupeta... aí, ela sorrí...  me faz um carinho (eu tento disfarçar e ganhar uns minutos extras ) e então ela começa... Pédi, Pédi, Pédi... as vezes ela se contenta em brincar um pouquinho com as musiquinhas, estórinhas e joguinhos e eu consigo rever parte dos minutos que não dormí de madrugada montando aula/projetando... as vezes ela decide que não basta apenas o IPad e abre meus olhos com seus dedinhos... aí, dou um cheiro nela e me convenço de que os minutos que passo sonhando enquanto durmo são menos importantes que os em que posso sonhar acordada. E o dia começa feliz. Com sono, mas feliz. Com olheiras, mas feliz.Ok... as vezes com um pouquinho de mal humor... mas feliz. Muito feliz.

Mas, nem só de Ps vive a Maria... ela também fala outras palavrinhas e junta duas muitas vezes....

ATENÇÃO ESTE É UM DAQUELES MOMENTOS CARTA PARA A MARIA DO FUTURO:

Querida Maria Esther,
Como este blog é um grande livro do bebê para você, minha filha... vou te contar o resto das palavras que você usa com frequencia. Sei que o resto dos leitores (são poucos filha, não vou mentir para você) do blog acharão tudo isso um saco... Mas, eles vão acabar lendo até o fim porque a mamãe fica semanas sem aparecer por aqui...

Auua- Água
Au Au - Cachorro
Bobó- Vovó (mas, de vez em quando vc chama de mamãe também)
Bobô - Vovô
Babu - Urubu (vc adora eles... acha uma lindeza)
Bis - Bisavó
Ból - Bolo.
Clai - Ana Clara, sua amiguinha... filha da tia Ana
Bebê- Ana Júlia, sua outra amiguinha, irmã da Clai ( todas as vezes em que falamos o nome Ana Júlia (ou só Julia/Julinha você diz bebê e junta as mãozinhas indicando que ela é pequenininha, uma graça. Fofo mesmo vai ser se quando ela crescer você continuar usando o apelido.).
Cocó - Essa é velha... foi uma das primeiras que vc aprendeu a usar... significa Galinha Pintadinha.... seu vício mais antigo.
Cól - Colo. Você anda numa carência ultimamente....:)
Dadá- Elida ,sua babá. Nós também a chamamos de Dadá. Até seu avô agora a chama assim...:)



Gu- Gustavo, seu amigão
Mamá - Agora significa que você quer a sua mamadeira... (finalmente, filha).
Mimmmmmmmmmmm- serve para eu/meu/minha/quero/me dá ....
Mais - Mais... no sentido de quero mais...
Mais Não - É filha, você é goiana.... afirma primeiro para depois negar... fazer o quê???
Té - Quero

Isso não quer dizer que vc não conheça outras, filha... seu vocabulário é grande até porque ninguém conversa com você de maneira infantilizada. Essas são apenas suas palavras favoritas e com elas (e o dedinho mágico ) você se vira muito bem.

Mas, o que você mais gosta de falar mesmo é Mamãe... e não é assim um mamãe qualquer... é um mamãe tão delicioso de ouvir que faz meu mundo inteiro valer a pena. Juro.

video


Um dia quando você for adolescente e achar ridícula toda e qualquer demonstração de afeto de sua mãe usarei essa gravação como meu toque de celular. :)

FINAL DO MOMENTO CARTA PARA A MARIA DO FUTURO.

Pronto. Para os amigos que aguentaram firmemente meu momento babona seguem algumas fotos da pequena (nem tão pequena assim... ela está com 82 cm.)brincando no Parque.






Beijos à todos!
Bom feriado!
Mary